11 3255 6372
contato@cirurgiarobotica.com.br

IMPRENSA

Robôs a serviço da medicina

Por Tribuna - A Informação com Qualidade - 01 de outubro 2013 - www.tribunasite.com.br

Cirurgias robotizadas estão cada vez mais comuns. Técnica apresenta benefícios que minimizam a dor e aceleram a recuperação pós-operatória.

A medicina avança diariamente com novas técnicas cirúrgicas, pesquisas de novos medicamentos, busca por tratamentos diferenciados e mais eficientes que oferecem aos pacientes uma recuperação mais acelerada, menos dolorosa e, em caso de intervenções cirúrgicas, cicatrizes mais estéticas.

Na cidade de São Paulo, o cirurgião e médico urologista Carlo Camargo Passerotti opera um robô Da Vinci, que está instalado dentro do Hospital Alemão Oswaldo Cruz. O especialista já contabiliza mais de 400 casos de cirurgias realizadas, inclusive intervenções pediátricas.

“A cirurgia robótica é atualmente o tipo mais comum de cirurgia para o tratamento do câncer de próstata, com mais de 85% de todas as prostatectomias radicais realizadas nos Estados Unidos, segundo matéria publicada em 2010 no jornal The New York Times. Os resultados positivos são obtidos devido à melhor visualização e a maior precisão proporcionada pelo robô Da Vinci, em comparação à cirurgia aberta tradicional ou por laparoscopia”, comenta Passerotti.

LEIA MAIS...

Robôs a serviço da medicina

Por Gazeta do Povo - 06 de fevereiro 2012 - www.gazetadopovo.com.br

Operar com precisão a retirada de tumores em uma região de difícil acesso e liderar, em número, as cirurgias para retirada da próstata nos Estados Unidos (mais de 80% dos procedimentos) são alguns dos destaques do doutor “Da Vinci”. Com quatro braços e possibilidade de realizar cirurgia com mais de um instrumento, por meio de incisões de poucos milímetros, o robô é hoje a tecnologia mais avançada existente no Brasil, importada da empresa Intuitive Surgical, dos Estados Unidos, fabricante mundial do produto.

“As doenças urológicas são muito comuns no país, com mais de 50 mil novos casos em 2010, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Diminuição do sangramento e da dor pós-operatória e risco menor de lesionar nervos que podem levar à impotência sexual ou incontinência urinária, são algumas vantagens do uso da ferramenta”, diz o coordenador de Cirurgia Robótica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Carlo Camargo Passerotti.“As doenças urológicas são muito comuns no país, com mais de 50 mil novos casos em 2010, segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca). Diminuição do sangramento e da dor pós-operatória e risco menor de lesionar nervos que podem levar à impotência sexual ou incontinência urinária, são algumas vantagens do uso da ferramenta”, diz o coordenador de Cirurgia Robótica do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, Carlo Camargo Passerotti

LEIA MAIS...



Assessoria de Imprensa

Bella Comunica / Mari Cavalheiro

Email: maricavalheiro@bellacomunica.com.br

Telefone: 11 99373-2145

Instagram: bella_comunica